Abolição da Escravatura no Império


945582_656065494408516_135876222_n

No dia 13 de Maio de 1888, a Princesa Isabel assinava a abolição da escravatura, libertando todos os escravos nas terras do Brasil. Sempre disse que Qaran, o mundo de Chamas do Império, era uma espécie de espelho do nosso mundo. Em Qaran, quando os Allarin vieram do oeste eles encontraram uma centena de reinos, cada um com suas leis e sistemas políticos, muitos deles com bases escravagistas. No processo de unificação do que viria a ser o Império, foi assinado um pacto entre os Allarin e os Eldani, que os libertava da escravidão sobre a bandeira do Império. Com a ajuda dos Eldani, toda a extensão de Karis foi pacificada sob uma só lei. Muitos anos depois, atendendo aos interesses de grandes nobres, esse pacto foi revogado e os Eldani voltaram a ser conhecidos como dhäeni (servos) condição que só foi revoga por Arteen I, quando ele se tornou Imperador. A escravidão em Karis é uma memória muito recente e os dhäeni ainda são vistos como uma subespécie pela maioria das pessoas, embora a lei do imperador seja clara em torná-los cidadãos do império, na prática eles não gozam dos mesmos direitos. Em outros lugares do mundo, porém, a escravidão ainda é muito comum. Kentara, Tallemar e diversos outros reinos mantém as tradições escravagistas.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s